Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

29 de out de 2006

A Cidade Sem a Globo: Finalmente...alguém só para mim?

A Cidade Sem a Globo: Finalmente...alguém só para mim?

Nessa cidade não havia niguém.
Nela, só havia casas com janelas iluminadas.
Mas não havia ninguém nas ruas.
Olhei por um das janelas e vi.
Pessoas, Todas Sorrindo e sentadas
Mais estava com um deles.
Olhei para dentro de outra casa.
E também estava com um deles.

Essa cidade ficou igual a todas as outras.
É divertido estar com um deles.
Sempre vendo um alguém.
Esse alguém é mais divertido.
Mais divertido do que estar com qualquer outra pessoa.
Por isso ninguém mais sai na rua.
Não há ninguém nessa cidade.
Se tornou uma cidade sem ninguém

Penso. E refllito: Farei uma jornada.
Já pensava em ir para outras cidades.
Queria que qualquer pessoa me achasse.
Quando de repente, todas as pessoas sairam
Pareciam peixes fora d'agua
Pareciam pássaros fora do ninho
O que aconteceu com a felicidade deles?
O seu alguém estava doente?
A pessoa deles havia ido dormir?

Não, haviam tirado o alguém de todas as pessoas.
E elas, meio tímidas, começaram a falar entre si.
As ruas que antes não tinham ninguém voltaram a ficar cheias.
As pessoas voltaram a ficar umas com as outras.
Sem a presença deles, voltaram a se encontrar
As ruas finalmente tiveram pessoas
Pessoas que voltaram a se ver mesmo morando tão pertas

Mas o sonho acabou, e o alguém deles voltou a chama-los
O que pensei ser o começo de um sonho
Sumiu com a força de um desejo
Desejo de conheçer, de falar
Desejo de sorrir, de compartilhar

Irei para outra cidade
Mais quando esse alguém só passar a gostar de mim...
Será ahora de nossa separação.
Ainda assim, continuarei minha viagem
Eu quero não quero mais esse alguém
E eu continuo vagando por aqui
Vagando por outra cidade sem ninguém.
Esse alguém que deveria não deveria ser de ninguém
Como também não deveria ser ser só para mim.

Mas que, esse junto do alguém
Ficou sendo o alguém de todos nós

O Deles... era a TV.
O Alguém... era a Globo.
---------------------------------------------------

Vocês podem achar esse texto utópico, mas isso realmente aconteceu nestes ultimos dias 27 e 28 de outubro (sexta-feira e sábado, respectivamente) na cidade de Natal.

A interTV cabugi, filiada da Globo na cidade de Natal, RN. Foi punida pelo Tribunal Regional Eleitoral do RN a ter sua transmissão cancelada por aproximadamente 48 horas sem mostrar a sua programação a população natalense.

Para quem não sabe quel é o artigo citado na televisão, digito aqui o que ele realmente significa e qual a sua aplicação, que pode ser encontrada no site http://www.tre-sc.gov.br/legjurisp/lei_9504.htm

art 56, da lei lei nº 9504/1997

Art. 56. A requerimento de partido, coligação ou candidato, a Justiça Eleitoral poderá determinar a suspensão, por vinte e quatro horas, da programação normal de emissora que deixar de cumprir as disposições desta Lei sobre propaganda.

§ 1º No período de suspensão a que se refere este artigo, a emissora transmitirá a cada quinze minutos a informação de que se encontra fora do ar por ter desobedecido à lei eleitoral.

§ 2º Em cada reiteração de conduta, o período de suspensão será duplicado.

14 de out de 2006

Professores (e Professauros...)

O professor sempre será, na vida dos seus pupilos, aquele que nos ensinaram a colocar todo o potencial presente em nossas mentes e corpos para fora. Será o mestre que nos fez expandir nossos horizontes, nossos modelos de pensar e desenvolver a capacidade de raciocínio e convivência.

Eles são os "médicos da mente", aqueles que melhor trabalham os métodos de demonstrar e aplicar o conhecimento em sala para seus alunos. Passam fins-de-semana preparando aulas e buscando conteúdos em livros e revistas para a dinâmica e agradável aos nosso olhos, cada vez mais famintos por imagens e, consequentemente, conhecimento.

Mas, como nem tudo é perfeito nesse mundo, lembrar de professores também é lembrar de um período ruins das nossas vidas: Os Professores rudes e autoritários, aqueles que merecem a alcunha de "Professauros" (uma mescla de professor com dinossauro). Eles, assim como os dinossauros, sempre nos amendontraram com suas terríveis provas. Gostavam de mostrar para a turma que ensinava que não apenas "UM" professor, mas sim "O" professor. Estes sempre eram dotados de frases de efeito bem ao tipo "sou eu quem ensino, você está aqui apenas para aprender".

Assim, para ser humoristíco como também explicatico, Vamos citar aqui alguns exemplos de professauros que estão entrando em extinção mas ainda andam pelos nossos corredores, veja se você reconheçe alguns deles:

O "TIRANOSSAURO REX" – Uma criatura de porte bem avantajado e corpulento. É o professor que acaba com tudo o que encontrava pela frente. Vai chegando devagar e como quem não quer nada quando, de repente, ZAP!! Destruiu tudo que tava a sua frente (Que pode varia da sala de aula até a equipe pedagógica inteira). Animal de vida longa – esse tipo de professauro, com toda a sua “longevidade e experiência”, se torna um alvo difícil de ser abatido.

O "PREDACON II" - Outro carnívro e destruidor como comparável ao Titanossauro. De tendência predatória e individualista, é o maior exemplo de profissional que não precisamos nas escolas e universidades. Este tipo de professauro chega em sala, aplica sua aula, vai para casa e cumpre sua tarefa com precisão cirúrgica. Porém, evite assuntos como "espírito de equipe" e "companheirismo" pois a tendência dessa criatura é não se importar com nada. A princípio, ninguém tem nada com ele. Tem fama de rigoroso por cumprir o básico de forma bem séria, com total cumprimento de prazo e metas. Só que fica o alerta: Rigor é uma coisa que, às vezes, é muito bem vindo. Agora falta de interesse é outra, e bem prejudicial.

O "PTEROSSAURO" - Esse tipo de Professauro possui a característica de ser dotado de asas. Assustador e que pode "voar" grandes distâncias. É o que hoje chamariamos de "exibidão". Sempre espalhando seus feitos ( não importa se eles são verdadeiro) para atrair novas presas e conquistar a simpatia dos alunos . Uma de suas características é a simpatia. Desse modo, consegue disfarçar muito bem o fato que de exibe muito e faz pouco.

O "CINODONTE" – Esse até que seria um excelente profissional se a sua especialização não fosse seu apurado instinto de sobrevivência. Esse professauro é daqueles que faz tudo para sobreviver no local onde ele ensina, ou seja, arranja mil e um planos para sobreviver no emprego em vez de desenvolver sua própria competência e vocação. Esse professauro se especializa nas artes de "puxar o tapete" e sabotar os outros. Algo bem triste, visto que essa energia desperdiçada na elaboração de seus "planos infalíveis" poderia ser bem aproveitada em melhorias para a sua escola/cursinho.

Poderia continuar citando ainda outros modelos em estado de extinção. Mas uma coisa é certa: Que nós, os alunos, devemos saber que eles estão entrando em extinção. Serão poucos desses professores que irão existir se nós, os estudantes, sempre mantivermos nossas cabeças pensantes e abertas as diversas formas de aprendizagem. E que devemos acabar com essa velha frase formada: "O professor finge que ensina e o aluno finge que aprende".

E um PS para você professor que pode eventualmente lendo este texto: Se você se indentificou com alguns dos tipo citados acima ou apresentar algum dos sintomas descritos. Mude enquanto há tempo. Pois já dizia Darwin: “O que sobrevive não é o maior nem o mais forte, mas os que conseguem melhor se adaptar ao meio”.

---------------------------------------------------------------

6 de out de 2006

"Ô Seu cacíque... comprei tua aldeia."


Isso poderá ser dito em breve... O que antes não passava de uma brincadeira de emails acabou por ser publicada no jornal Britânico Daily Telegrafh, é só fçar na internet...

A maioria dos internautas devem ter recebido um email que tinha uma fotografia de um livro americano de geografia e, junto dessa com uma fotografia, um desenho da Amazônia como uma área internacional pois os governos eram "irresponsáveis, cruéis e autoritários" e os povos que vivem nessa região são "incultos e ignorantes".

E com essa agora, vem um ministro lá do Reino Unido chamado David Milliband dizer que precisava-se privatizar a amazônia como forma de prevenir seu desmatamento crescente da amazônia, e ainda fala que mesmo sendo essa medida "radical", seria uma das únicas formas de evitar o desmatamento.

Então, Imaginemos você, caro leitor, tirando o dinheiro do seu bolso e comprando um pedaço de terra para evitar que as árvores sejam derrubadas, tendo que pagar impostos por cada pé de alguma coisa que surgisse na região? Ou então, imagine construindo sua pousada ou "Resort" na beira do rio amazonas, vendo os peixes dourados pulando na frente do seu estabelecimento, seria lindo não?E o modo de compra? Ora, Precisará ter CPF em dia ou pode fazer pelo débito automático do seu cartão visa ou mastercard quem sabe. Visto que haverá terra para todos os gostos e bolsos...

Se poder... ainda levará de sobra os habitantes daquela terra, os chamados pela constituição Brasileira de "indígenas", a preços módicos... só terá o problema de dar para cada um o "green card", pois eles passaram a ser cidadãos do tipo "internacional". Fazendo com que muitos brasileiros que sofrem em embaixadas americanas para conseguir um visto de passaporte morressem de inveja. (fora o grande polo turistico e, futuramente, industrial que se tornaria a Região Norte)

A música "Que país é este" do Legião Urbana nunca esteve tão perto de se tornar um rito profético, pois só vai faltar "vender as almas dos nossos índios num leilão"...


---------------------------------------------------

ps: Porque o governos e a grande mídia não se manifestou contra essa declaração? Será que as eleições estão entupindo a programação e a agenda editorial das emissoras que sequer um pedido de explicação sobre esse assunto fosse feito ? Sei não hein...

ps 2: Será que se houvesse essa grande migração que falei, finalmente a zona franca de Manaus voltaria a seu auge produtivo e se tornaria uma nova São Paulo ou um novo Rio de Janeiro? É melhor a "galera" do Piauí e do Amazonas tomar cuidado, vai que essa moda pegue...

ps 3: E como o assunto é política, recebi esse vídeozinho hoje do youtube sobre os nossos dois presidenciaveis ao segundo turno (e até para fazer o meu apoio ao voto nulo): Muda Brasil